Lançada no começo desse ano no Disney+ a série da Marvel WandaVision chamou a atenção pelas suas homenagens a grandes programas de TV. Em seus 7 primeiros episódios vimos Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany) viveram uma vida pacata no subúrbio americano durante diferentes décadas. A série traz durante os episódios diferentes estéticas combinando com as diferentes décadas apresentadas. Começando nos anos 50 e terminando nos anos 2010. Mas o que isso tem a ver com arquitetura? A mudança no set da série evidencias as diferenças no design de móveis e nas decorações das casas com o passar dos anos. Como podemos ver a seguir:

Render do set do primeiro episódio de WandaVision. (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Anos 50 – Pós Guerra

Os anos 50 foram representados pelas linhas retas, simples e limpas. O design futurístico dos pós guerra vinha em forma de novos materiais como o plástico e o metal. O foco principal era da funcionalidade. Podemos ver esses detalhes nos cortes das cadeiras e poltronas, e também na lareira metalizada que flutua na extremidade.

Anos 60 – A contracultura

Os anos 60 trouxe para as residências as cores vibrantes e os padrões psicodélicos. O movimento de contracultura era muito forte nessa época, e os designs eram muitas vezes inspirados no movimento Hippie. Os móveis eram mais confortáveis e mais próximos ao chão.

Render do set do terceiro episódio de WandaVision. (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Imagem do terceiro episódio de WandaVision. (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Anos 70 – Movimento High-Tech

Os anos 70 foram marcados pelo começo do High-Tech e as discotecas. As estampas vivas e tons fortes eram presentes na decoração, assim como os racks modulares, as peças em madeira e a escada flutuante que foi um marco desse período.

ANOS 80 – Guerra Fria e o New Wave

O Movimento new wave influencia o mundo, o art decó passa por um revival mais exagerado e colorido, a arquitetura high-tech ainda continua em alta com a distorção das formas. A maior tendência dos nos 80 foi nas vestimentas, deixando a casa de lado. Aqui podemos sinalizar o uso de vitrais coloridos, peças mais sóbrias e o exagero de babados e tecidos.

Imagem do quinto episódio de WandaVision. (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Render do set do quinto episódio de WandaVision. (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Anos 90 – Neo Modernismo

Assim como o modernismo os interiores neomodernos são sobretudo funcionais. O trabalho com materiais mais fortes como o veludo é iniciado em sofás e poltronas. Nas paredes o papel de parede toma conta das casas. Se cria espaços coerentes e integrados, mais unitários nas cores e desenhos.

Anos 2000 – Começo da era tecnológica

Na arquitetura o Neofuturismo trazia de novo a discussão sobre a funcionalidade dos espaços e dos móveis. Voltaram o uso de linhas retas e uma maior sobriedade na construção das decorações. Peças industrializadas e produzidas em massas tomam conta das casas, com designs mais simples e utilitários. Até as paredes recebem esse tom mais sóbrio com cores mais escuras e terrosas.

Imagem do sexto episódio de WandaVision. (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Sala de estar do episódio sete de WandaVision (Disney+ © Marvel Studios 2021/Reprodução)

Anos 2010 – Contemporaneidade

Os anos 2010 são marcados por um estilo mais clean no desing de interiores, cores mais claras, móveis mais retos e funcionais trazem um esquema de cores mais suaves paras composições. Os interiores começam a se esvaziar e apresentam ser mais minimalistas e intimistas.

A série da Marvel faz um bom trabalho em trazer para tela um resumo dos anos aos quais está referenciando. Sem perder o ritmo, as mudanças mais visíveis ajudam o telespectador entender logo de cara em que década se passa os eventos da série, sem perder a conexão com a histórias.

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *